Documento sem título
 
 
 
     
Documento sem título
Índice Ultravioleta
 
AlmaNews
 
Notícia - Petiscos da Copa podem ter 7000 calorias extras Petiscos da Copa podem ter 7000 calorias extras

Assistir aos jogos do Brasil durante a Copa do Mundo pode facilmente afetar o consumo de calorias. Afinal, como estamos entretidos no jogo podemos comer mais sem se dar conta. "Não só ao assistir partidas, mas todas as vezes que tentamos fazer duas coisas ao mesmo tempo, o cérebro irá focar naquilo que é mais interessante, no caso o jogo, e então as chances de ingerir mais alimentos aumenta porque foco não é a alimentação", explica a nutricionista Mariana Taranto, professora do Centro Universitário Celso Lisboa.

Além disso, a ansiedade também pode contribuir para que a pessoa coma a mais. Então, durante a Copa fica fácil ultrapassar a marca de 7 mil calorias extras no final do mês. Veja como algumas combinações simples entre as comidas e bebidas mais presentes na Copa do Mundo podem levar à marca de 7 mil calorias a mais após sete jogos da Seleção Brasileira:

-3 latas de cerveja (444 Kcal) + 100 gramas (um punhado) de amendoim torrado com sal (606 Kcal) = 1050 calorias.

-3 latas de cerveja (444 Kcal) + 3 espetinhos de carne bovina (723 Kcal) = 1167 calorias.

-1 pipoca média (93 gramas ? 495 Kcal) + 3 latas de cerveja (444 Kcal) + 1 fatia de queijo provolone (52 Kcal) + 1 fatia de queijo parmesão (77 Kcal) = 1068 calorias.

-1 lata de refrigerante (150 calorias) + 1 porção de 100 gramas de salgadinho de milho (449 Kcal) + 1 porção de 100 gramas de salgadinho de batata (564 Kcal) = 1163.

-1 porção de batata frita, 100 gramas (215 Kcal) + 6 coxinhas (336 Kcal) + 6 bolinhas de queijo (159 Kcal) + 1 colher de sopa de linguiça frita (84 Kcal) + 2 latas de refrigerante (300 Kcal) = 1094 calorias.

-2 cervejas (296 Kcal) + 7 fatias de salame (159 Kcal) + 5 fatias de queijo parmesão (385 Kcal) + 2 fatias de mortadela (80 kcal) + 3 fatias de queijo provolone (156 Kcal) + 1 salsicha (118 Kcal) = 1194 calorias.

-1 copo de 400 ml de caipirinha (439 Kcal) + 6 coxinhas (336 Kcal) + 5 bolinhas de queijo (132.5 Kcal) + uma porção de 100 gramas de batata frita (215 Kcal) = 1122 calorias.

-3 latas de cerveja (444 Kcal) + 50 gramas de salgadinho de batata (282) + 1 cachorro-quente completo com uma salsicha (329 Kcal) = 1105 calorias.

Lembre-se que calorias extras estão relacionadas ao ganho de peso. "Para se ter uma ideia, ingerir 250 calorias a mais todos os dias durante um mês irá proporcionar o ganho de peso, em torno de um quilo extra no mês, mas isto pode variar de acordo com o organismo", explica Taranto.

Viu como é fácil ganhar o peso extra? Para evitar que isso ocorra confira algumas dicas das nutricionistas sobre o quanto comer de cada alimento durante a Copa e os problemas dos excessos.

Cerveja e caipirinha

Uma lata de cerveja tem cerca de 148 calorias e um copo de 400 ml de caipirinha tem 439 calorias. As bebidas alcoólicas são inimigas da dieta, pois o álcool etílico possui sete calorias por grama, perdendo apenas para a gordura, que conta com nove calorias por grama. A caipirinha ainda leva açúcar em sua composição, o que aumenta ainda mais as calorias.

Além disso, as bebidas alcoólicas afetam a saúde de outras maneiras. "O álcool tem efeito tóxico na mucosa intestinal e acaba diminuindo a absorção de vitaminas como a tiamina, ácido fólico e B12. A propriedade diurética da cerveja aumenta a excreção urinária de magnésio e zinco, nutrientes reguladores do organismo", explica a nutricionista Rita de Cássia Leite Novais, da empresa Consultoria Alimentar.

Contudo, caso o desejo por uma cervejinha durante os jogos esteja grande, tente ingerir no máximo dois copos americanos da bebida. "Procure compensar a cerveja diminuindo a quantidade de petiscos e também controlando melhor a alimentação nos dias em que não haverá jogo", orienta a nutricionista Mariana Taranto, professora do Centro Universitário Celso Lisboa.

Refrigerante

Uma lata de refrigerante normal tem em média 150 calorias, esta bebida é rica em açúcar (cerca de 3 colheres de sopa) e por isso favorece o ganho de peso, mas ela ainda afeta a boa forma de outras maneiras. "Os refrigerantes contribuem para a formação de celulite e alteram a distribuição de gordura corporal, fazendo com que ela se acumule em regiões como a barriga", alerta Novais.

A saúde também é prejudicada com estas bebidas. Afinal, ela é rica em sódio, substância que em excesso pode levar ao aumento da pressão arterial. "Como os refrigerantes de cola possuem um pH muito baixo, eles podem levar a diminuição do esmalte do dente e o surgimento de ulceras e gastrite", conta Taranto.

Tente substituir o refrigerante por um suco natural, ou confira nossa receita de um refrigerante do bem. Contudo, se a vontade pela bebida for grande, tente não tomar mais do que dois copos americanos por dia e procure compensar não abusando dos petiscos e mantendo a dieta regrada nos dias em que não haverá jogo.

Amendoim e outras oleaginosas

As oleaginosas como o amendoim, a castanha de caju e a castanha do Pará podem ser ótimas para a saúde. Elas são ricas em ácidos graxos monoinsaturados e poli-insaturados. Essas gorduras são importantes porque não atuam na elevação do colesterol ruim, LDL, e contribuírem para melhorar os níveis circulantes do colesterol bom, HDL. A substância também tem um efeito anti-inflamatório que pode evitar problemas cerebrais degenerativos, entre outros.

Porém, é importante que elas sejam ingeridas in natura, sem adição de sal, e em quantidades moderadas, pois são muito calóricas, 100 gramas de amendoim tem 600 calorias. Ingira até três unidades de amendoim, quatro de castanha de caju e duas de castanha do Pará.

Derivados do amendoim

Os derivados do amendoim, versões com casquinhas crocantes que podem ser branca, verde ou amarela também devem ser evitados ou consumidos com moderação. Isto porque eles são tão calóricos como as oleaginosas, mas não possuem os mesmos benefícios para a saúde. "É adicionado no amendoim uma casquinha rica em conservantes, ela é uma fonte de calorias vazias, por isso, vale ficar com as oleaginosas in natura", afirma Taranto. Tente não ultrapassar uma a duas colheres de sopa destes derivados do amendoim.

Pipoca na manteiga

As pipocas preparadas com manteiga são prejudiciais para a dieta. "As versões elaboradas com manteiga, temperos prontos, bacon e queijos gordurosos são no mínimo 35% mais calóricas que as pipocas feitas com pouco óleo. Além disso, com a adição da manteiga o alimento passa a ter gordura saturada que favorece o aumento do colesterol ruim", diz Novais.

Um pacote grande de pipoca semelhante ao do cinema pode ter 724 calorias sem a manteiga e com a adição deste ingrediente ele ganha mais 287 calorias. Procure fazer a pipoca sem óleo ou com a menor adição possível, no forno ou micro-ondas. Confira nossa receita de pipoca sem óleo.

Salgadinhos de pacote

Durante os jogos é comum as pessoas optarem por salgadinhos de pacote, aqueles a base de milho ou de batata. Contudo, o consumo deste alimentos não é orientado. Isto porque eles são ricos em sódio, uma porção de 100 gramas de salgadinhos a base de milho tem 628 mg de sódio, 31% do que pode ser ingerido em um dia.

Os salgadinhos a base de batata geralmente são fritos e por isso tem grande quantidade de gorduras saturadas. Em média, 100 gramas contam com 16 gramas de gorduras saturadas, 72% da quantidade diária recomendada. É importante ressaltar que além de aumentar a pressão arterial, o sódio em excesso favorece a retenção de líquidos. Já a gordura saturada em grandes quantidades aumenta o risco de problemas cardiovascular.

Churrasco

Para muitas pessoas, o churrasco é um clássico para os jogos da Copa. Porém, as escolhas erradas favorecem o ganho de peso. Um espeto de carne bovina tem cerca de 241 calorias, enquanto somente uma colher de sopa de linguiça frita tem 138 calorias.

Essas carnes também são ricas em gorduras saturadas. Uma alternativa é fazer escolhas mais lights, um filé de frango grelhado, por exemplo, tem somente 111 calorias. "Ele também tem um teor de gorduras e colesterol menor. Pode ser consumido um a dois espetos no churrasco", orienta Novais. Caso queira comer a picanha, retire a gordura e também tente comer uma salada junto com o churrasco.

Frituras

Nos bares é comum as pessoas consumirem batata frita, coxinha, bolinhos de bacalhau, bolinhas de queijo e outras frituras enquanto assistem aos jogos. Esses alimentos são extremamente calóricos e ricos em gordura saturada. Cerca de 100 gramas de batata frita tem 164 calorias, enquanto cinco coxinhas de 20 gramas tem 280 calorias e cinco bolinhas de queijo de 10 gramas tem 130 calorias. "Em pacientes com colesterol e peso aumentado, não é recomendado o consumo de frituras.

A frituras estão diretamente relacionadas ao aumento de doenças cardiovasculares, aumento da pressão arterial, desenvolvimento de câncer, má absorção de nutrientes e piora do quadro de saúde de maneira geral", diz Novais.

Frios

O salaminho com limão e os queijos fatiados em cubinhos são clássicos dos jogos da Copa do Mundo e também são clássicos adversários da dieta. Uma fatia pequena de salame tem 25 calorias, uma de mortadela tem 26 calorias e uma salsicha tem 118 calorias. Já uma fatia de queijo parmesão contém 77 calorias, o provolone tem 56 calorias e a muçarela conta com 33 calorias. Como o mais comum é consumir mais de uma unidade desses frios, o resultado é um consumo calórico alto.

Os frios são ricos em sódio e gorduras saturadas. "No caso dos embutidos, muitas substâncias químicas são adicionadas, o que prejudica a saúde", constata Taranto. Esses alimentos aumentam o estresse oxidativo do organismo, o que predispõe o corpo a desenvolver doenças. Procure optar por versões mais leves, como a ricota acompanhada de tomatinhos e temperada com o orégano e azeite.

Cachorro-quente

O cachorro-quente estará presente nos estádios durante a Copa do Mundo, mas o melhor a fazer é evitá-lo ou tentar moderar no consumo de outros petiscos e bebidas, caso opte por ingeri-lo. Um cachorro-quente completo com uma salsicha tem 380 calorias, enquanto a versão com duas salsichas tem 498 calorias. "A salsicha não traz valor nutritivo algum, ela é rica em conservantes que favorecem a alergia. Sem contar que nunca é somente pão e salsicha, há os molhos, a batata palha e o purê", observa Taranto.

Legumes em conserva

O melhor a fazer é consumir os legumes in natura, pois as versões em conserva, apesar de terem poucas calorias, são ricas em sódio. "Além disso, os nitritos e nitratos utilizados para conservar alimentos como picles, podem se transformar em nitrosaminas, substâncias com potente ação carcinogênica, responsáveis por altos índices de câncer de estômago", alerta Novais.

Fonte: Minha Vida

 
Documento sem título
 
Faça sua busca:
     
 
Almaderma

História
Nossos Princípios
Lojas
Espaço Café
 
Canais

Delivery
Convênios

Sustentabilidade

Descarte de Medicamento
 
Produtos

Cosmética e Beleza
Florais
Nutracêuticos
Nutrição
Nutricosmético
Saúde
 
Saúde

Índice Ultravioleta
Newsletter
 
Atendimento

Orçamento Online
SAC
Fale com o Farmacêutico
Fale com o Diretor
Trabalhe Conosco
 
A Almaderma apóia:
 
 
 
Copyright © 2012 - Todos os direitos reservados
Produzido por FrameSet